Curvatura Peniana: Cirurgia com Técnica Egydio ou Técnica Nesbit?

POR Dr. Paulo Egydio

Curvatura Peniana Cirurgia com Tecnica Egydio ou Tecnica Nesbit

Em 2020 a Técnica Egydio comemora 20 anos. E para celebrar e dividir com você esses 20 anos de carreira e avanços na urologia, desenvolvi quatro blogs sobre a evolução da Técnica Egydio. 

Para ler o blog anterior onde explico como a Técnica Egydio pode solucionar a Doença de Peyronie clique aqui.

Técnica Egydio Tradicional versus Técnico Egydio 2.0

A Técnica Egydio permite a expansão tecidual sem a utilização de enxerto. Porém, sua atualização proporciona esse resultado através de um planejamento matemático que contempla as particularidades do pênis de cada paciente. Assim, é possível recuperar tamanho e calibre, respeitando sempre os limites científicos e anatômicos de cada paciente, através de incisões menores e menos invasivas. 

Desenvolver um planejamento das incisões a serem realizadas de acordo com a anatomia de cada paciente permite melhor resultado e uma recuperação pós-operatória mais rápida. 

Princípios Geométricos

Técnica de Plicatura ou Nesbit

A técnica tradicional para correção da curvatura peniana foi descrita por Nesbit em 1965. Este procedimento consiste em diminuir a túnica albugínea do lado longo do pênis, criando uma igualdade de tamanho que resulta na diminuição do órgão. Mas, a Técnica de Nesbit só contemplava pacientes com Doença de Peyronie e curvatura congênita, deixando de fora pacientes com afinamento peniano. 

Técnica de Nesbit

Prótese Peniana sem Reconstrução 

O implante da prótese sem a reconstrução peniana traz riscos à saúde do paciente. Isso porque a função da prótese é oferecer rigidez axial para o pênis. Então, apenas implantar uma prótese não soluciona os problemas do paciente com tamanho e calibre do pênis. 

É preciso que o urologista especialista que está acompanhando o tratamento do paciente e irá submetê-lo a uma procedimento cirúrgico seja muito claro e sincero quanto à necessidade de reconstruir os tecidos penianos antes do implante da prótese peniana.

É importante ressaltar que não trata-se de dois procedimentos cirúrgicos realizados isoladamente. A cirurgia dedicada ao implante de prótese é a mesma em que será realizada a reconstrução peniana.  

Para saber mais sobre como a nova Técnica Egydio 2.0 pode ser utilizada no implante de prótese peniana clique aqui 

Reconstrução peniana com ou sem enxerto? 

A constante atualização da Técnica Egydio tornou obsoleto o uso do enxerto para solucionar a curvatura peniana e a Doença de Peyronie.

Escrevi um blog onde explico porque o uso do enxerto na reconstrução peniana não é mais o tratamento ideal. Você pode acessá-lo clicando aqui.

Técnica Egydio 2.0: Premiações, publicações e congressos. 

Durante a pandemia de coronavírus, tenho me dedicado a contribuir com a comunidade científica, através de publicações em revistas e congressos internacionais. 

Essas participações geram respaldo dentro da comunidade científica, o que colabora para a evolução da Técnica.

Abaixo, você encontra um vídeo onde eu falo sobre minha participação em congressos e debates e explico mais profundamente os avanços que a Técnica Egydio vive constantemente. 

Técnica Egydio 2.0 e Técnica e Nesbit

Se você ficou com alguma dúvida, me envie uma mensagem no WhatsApp ou entre em contato através do formulário do site. Terei o prazer em atendê-lo com total sigilo e segurança. 

ENVIAR UM WHATSAPP

Dr. Paulo Egydio

MD, PhD, Referência Mundial no Tratamento da Doença de Peyronie, Pênis Curvo e Implante de Próteses Penianas. Doutor em Urologia pela USP, CRM 67482.

INSCREVA-SE NO BLOG