O que é fibrose peniana? Veja causas, consequências, como tratar

POR Dr. Paulo Egydio

fibrose-peniana-o-que-e-causas-tratamento

Cuidar da saúde do pênis é um cuidado que todo homem que busca uma vida sexual saudável e duradoura deve ter. Conhecer os problemas que podem afetar o bem estar do seu amigão é de fundamental importância para saber reconhecer os sintomas caso algo não vá bem. Além disso, claro, consultas regulares ao urologista são essenciais para a realização de exames preventivos.

Um problema que acomete os homens, algumas vezes de forma silenciosa, é a fibrose peniana. Trata-se de um nódulo formado por um espessamento interno que pode mudar a anatomia do pênis. Apesar de ser um problema que acontece no interior do pênis, é possível perceber a fibrose por meio da palpação. É isso que vamos saber a seguir.

 

Como identificar a fibrose peniana?

Assim como as mulheres são incentivadas a fazer o autoexame da mama para detectar possíveis nódulos no seio, os homens podem incluir em seu cotidiano a palpação peniana. O autoexame deve ser feito com o pênis flácido, desde a base até o topo, na busca de qualquer evidência de caroço na região interna, que pode ser do tamanho de uma ervilha, do caroço de uma azeitona ou, eventualmente, do tamanho de uma moeda de um real. Em qualquer sinal, marque uma consulta para um diagnóstico mais preciso.

Algumas vezes as fibroses não são facilmente palpáveis, mas elas podem gerar uma perda de elasticidade na túnica albugínea (a cartilagem peniana), o que pode fazer com que o pênis entorte, afine, encurte ou retifique, caso ele seja originalmente curvado para baixo. Sentir dores durante a ereção também é sinal de que algo não vai bem e precisa de cuidados médicos.

Ao perceber qualquer um desses sintomas, procure um urologista o quanto antes. A depender do estágio em que a fibrose se encontra, ela pode ser tratada apenas com medicamentos ou em um procedimento cirúrgico, caso ela esteja em um estágio mais avançado.

 

O que causa a fibrose peniana?

O principal fator que provoca a formação da fibrose peniana é a ocorrência de um trauma no pênis, que pode acontecer, ou não, durante o ato sexual. Além do impacto que pode ser gerado durante a penetração, mais suscetível por acontecer em pacientes com curvatura congênita ou doença de Peyronie, existem as situações de ereção involuntária em que o pênis pode acidentalmente sofrer um impacto, mesmo que por debaixo da roupa.

Por outro lado, algumas condições na saúde também podem aumentar a chance do desenvolvimento de fibroses devido a falta de oxigenação dentro do pênis, como no caso de pacientes com diabetes, homens que já passaram com uma cirurgia na próstata, ou aqueles que não tem ereções noturnas ou matinais com muita frequência. Quanto menos oxigenação dentro do pênis, ou seja, quanto menos sangue circulando, maior é a chance do aparecimento de fibroses.

 

Posso ter uma vida sexual normal com fibrose peniana?

Antes de mais nada, é importante destacar que qualquer indício de fibrose peniana deve ser examinado e, eventualmente, tratado. Existem fibroses superficiais e internas. As superficiais são aquelas responsáveis pela curvatura do pênis, pois são elas que afetam o tecido elástico, diminuindo um dos lados. O grau da curvatura é que vai definir se o problema afetará, ou não, a vida sexual do homem. Caso o pênis fique torto a ponto de atrapalhar ou impedir a penetração, é necessário tratar esta condição para que o sexo se torne seguro para o casal.

Há, também, as fibroses penianas internas. Elas também provocam a tortuosidade do pênis, só que apresentam uma consequência ainda mais séria para as relações sexuais: elas comprometem a circulação de sangue dentro do pênis, o que limita o seu fluxo e interfere diretamente na capacidade de ereção e no desempenho sexual do paciente.

 

Tenho fibrose peniana, e agora?

Quem tem ou desenvolveu uma fibrose no pênis, pode levar uma vida normal após o tratamento adequado. Ao visitar um urologista, será realizado um exame com ereção induzida para avaliar a vascularização do pênis e o tipo e estágio da fibrose existente.

Caso a fibrose seja leve e não traga uma deformidade ao pênis a ponto de atrapalhar a capacidade de ter ou manter a ereção, o problema pode ser tratado a base de medicamentos para prevenir que ela se agrave e provoque consequências maiores.

Caso a fibrose tenha se estendido, trouxe uma deformidade considerável ao pênis ou atrapalha a ereção, o uso de comprimidos e medicamentos não vão trazer os efeitos desejados. Nesses casos, a melhor solução é a realização de um procedimento cirúrgico, baseado na Técnica Egydio, que vai tratar a fibrose e resolver quaisquer outros problemas que o nódulo tenha causado, como o encurtamento e o afinamento do pênis.

Agora que você já sabe o que é a fibrose, como identificá-la e tratá-la, é hora de procurar um especialista para garantir uma vida sexual saudável e segura. Você pode começar preenchendo este formulário e assim iniciaremos uma avaliação completa.

 

RECEBER PRÉ-ANÁLISE

Dr. Paulo Egydio

MD, PhD, Referência Mundial no Tratamento da Doença de Peyronie, Pênis Curvo e Implante de Próteses Penianas. Doutor em Urologia pela USP, CRM 67482.

INSCREVA-SE NO BLOG