Como cuidar do seu melhor amigo
[que não é o seu cão]

Doenças Cardiovasculares e Prótese Peniana - Quais os cuidados?

A maioria dos homens demora, em média, de 3 a 5 anos para procurar ajuda de um urologista quando surge um problema de ereção. As doenças cardiovasculares estão entre as causas orgânicas (físicas) da disfunção erétil e podem dificultar que seu amigão esteja pronto na hora que você mais precisa dele. Todo tecido que passa a ter menor circulação sanguínea está predisposto à formação de fibroses e, no caso do pênis, isso leva à curvatura, redução de tamanho e afinamentos.

Ler mais...
Tipos de Prótese Peniana - Conheça os diferentes Implantes Penianos

 

A escolha do tipo de prótese peniana a ser implantada em cada paciente leva em consideração fatores como: condição médica; qualidade de vida; preferência do paciente e custos. Nem sempre a prótese mais cara é a melhor opção. Por isso, em mais de 17 anos de experiência em implante de próteses, sempre procuro fazer uma longa entrevista com o paciente para conhecer melhor seus hábitos e indicar a prótese mais acertada.

Ler mais...
Problema de ereção tem tratamento sempre!

Nos casos em que não conseguimos acabar com a disfunção erétil usando comprimidos ou injeções, o mais recomendável é o implante de próteses penianas, que, com toda certeza, irão resolver o problema. Ou seja, problema de ereção tem tratamento sempre; basta procurar ajuda especializada.

Ler mais...
Pênis torto - Quais os Aspectos Psicológicos Envolvidos?

Não é de se surpreender que uma deformidade no pênis, como é o caso da Curvatura do jovem e da Doença de Peyronie, possa alterar as vivências emocionais básicas no homem como sua masculinidade, a sensualidade e o ato sexual em si. 

Ler mais...
O pênis ficou torto? Saiba porque o pênis está ficando curvado

Ter o pênis torto é mais comum do que imaginamos. Em alguns casos a tortuosidade é leve e não impede o homem de manter relações sexuais, nem traz algum tipo de constrangimento. Outras vezes é necessário fazer um tratamento para desentortar o pênis, pois a curvatura chegou a um estágio crítico. Se não for bem cuidada ela pode piorar, causando problemas sexuais e psicológicos.

Qualquer que seja o caso, uma pergunta é comum entre os homens: por que o pênis fica torto? Essa resposta eu te darei nesse post, mas antes de continuar já adianto que a curvatura pode ser genética ou adquirida.

Ler mais...
The Double-Windsocks Technique: Penile Reconstruction - JSM 2013

The management of penile prosthesis protrusion and the implantation of a prosthesis in fibrotic penile corporal bodies represents a challenging task even for experienced surgeons.

Ler mais...
Câncer de Próstata, Impotência e Doença de Peyronie - Qual a Relação?

O tratamento de câncer de próstata (como cirurgia, radioterapia, braquiterapia, hormonioterapia) pode trazer consequências como disfunção erétil (problemas de ereção), fibroses no pênis e encurtamento do pênis.

Ler mais...
Seu pênis diminuiu? Saiba se o pênis está diminuindo de tamanho

Poucos homens sabem, mas o pênis pode, sim, diminuir de tamanho. É claro que isso não acontece por acaso. Normalmente a redução peniana está ligada a condições que levam a dificuldade de ereção ou a formação de fibroses em seu interior.

Se este assunto lhe traz preocupação, fique tranquilo. Neste post vou detalhar as causas, cuidados e como você pode avaliar se o seu amigão precisa de ajuda médica. O importante é saber que há tratamento.

Ler mais...
Doenças Cardiovasculares e Doença de Peyronie: Saiba qual a relação

Problemas vasculares, como o endurecimento das artérias (arteriosclerose), pode fazer com que o fluxo de sangue fique lento dentro do pênis e dificultar a obtenção ou manutenção de  uma ereção. E pode acontecer também das veias que mantêm o sangue no pênis durante uma ereção serem danificadas e a ereção não ser mantida tempo suficiente para que ocorra uma relação sexual.

Ler mais...
Priapismo e Doença de Peyronie estão associados? Saiba a relação!

Priapismo é uma ereção prolongada, persistente e geralmente dolorosa, com duração de mais de três horas, sem estímulo físico ou pisicológico. E pode ter algumas consequências sérias, como disfunção erétil irreversível, necrose e fibrose interna dos corpos cavernosos, redução de tamanho, afinamento.

Ler mais...
em 27/jun/2017 18:52:38

Inscreva-se no blog