Complicações pós Prostatectomia Radical ou Cirurgias Pélvicas

POR Dr. Paulo Egydio

Complicações pós Prostatectomia Radical ou Cirurgias Pélvicas - Blog

O câncer de próstata é a 2ª doença que mais atinge e mata os homens, perdendo apenas para o câncer de pele. Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer, no primeiro semestre de 2020, o Câncer de Próstata foi responsável por 29,2% das mortes dos homens no Brasil.

Para incentivar os cuidados com a saúde e apoiar a campanha de Novembro Azul, mês de conscientização à prevenção do Câncer de Próstata, fiz uma série com 06 vídeos e blogs sobre o tema para que você se sinta incentivado à cuidar da sua saúde. Para ler o 2º blog da série onde explico os tratamentos e como prevenir o câncer de próstata, clique aqui.

Neste blog, você vai aprender o que é a prostatectomia radical, quais os tipos existentes e quais as suas consequências.

O que é prostatectomia  radical?

Prostatectomia Radical é a cirurgia pélvica de retirada das vesículas seminais e glândula prostática de pacientes diagnosticados com câncer de próstata em estágio avançado. 

 Tipos de Prostatectomia Radical

Atualmente, existem três técnicas de prostatectomia radical. São elas:

Cirurgia via aberta:

Neste procedimento é realizada uma incisão para separar a musculatura abdominal e dar acesso para que a próstata e as vesículas seminais sejam retiradas.

Laparoscopia:

Neste procedimento são realizados pequenos furos no abdômen do paciente para que a cânula e a câmera óptica sejam inseridas. Assim, o cirurgião pode realizar a cirurgia com o auxílio de um monitor, uma vez que não são realizadas incisões que proporcionem acesso direto à próstata e às glândulas seminais. 

Robótica:

Este procedimento se assemelha com a laparoscopia, isso porque também são utilizados a cânula e a câmera óptica e um braço robótico comandado pelo cirurgião.

Consequências da Prostatectomia Radical 

Pacientes submetidos à prostatectomia radical sofrem com algumas sequelas da retirada da próstata.

Incontinência urinária  

A incontinência urinária pós prostatectomia radical afeta em torno de 5% dos pacientes. Embora não seja tão frequente, a incontinência pode ser tratada através da fisioterapia pélvica que irá fortalecer o esfíncter e auxiliar na reabilitação. Caso a fisioterapia pélvica não dê o resultado esperado, cogita-se a colocação do sling ou esfincter artificial para pressionar a uretra e corrigir a incontinência. 

Se o paciente, além da Disfunção Erétil, também tivera sequela da incontinência urinária, pode-se solucionar os dois problemas durante a cirurgia de implante de prótese peniana. Mas, para isso é necessária a indicação do urologista que acompanha o paciente. 

Fibroses, afinamento, encurtamento e curvatura peniana 

As fibroses penianas são tecidos cicatriciais que substituem o tecido elástico do pênis. As fibroses impedem que o pênis tenha uma boa oxigenação também são responsáveis pelo encurtamento, curvatura e afinamento do órgão. Estas deformidades podem acontecer isoladas ou em conjunto, depende de quantidade de fibroses no interior do pênis. 

Quer saber mais? Leia: AUTOEXAME: como saber se tenho fibrose peniana? 

Orgasmo seco

O paciente que passou por uma prostatectomia radical tem um orgasmo normalmente, isso porque o orgasmo é uma sensação de prazer cerebral. Porém, esse mesmo paciente terá uma ejaculação seca, que é uma reação física à erotização e o orgasmo. O orgasmo seco ocorre porque durante a ejaculação não é liberado o líquido seminal que, anteriormente era liberado durante a ejaculação. 

O câncer de próstata pode ser prevenido e tratado, não deixe sua saúde em segundo lugar. Cuide-se para ter uma boa vida ao lado se sua família e amigos. Um toque pode salvar vidas.

Abaixo, você encontra um vídeo onde explico detalhadamente o que é a prostatectomia radical, quais os tipos existentes e quais as suas consequências. Assista.

Consequências da Cirurgia na Próstata

Se você tem alguma dúvida ou queira falar sobre sua saúde, entre em contato comigo pelo Whatsapp ou preencha o formulário no site. Minha equipe e eu estamos prontos para atendê-lo.

ENVIAR UM WHATSAPP

Dr. Paulo Egydio

MD, PhD, Referência Mundial no Tratamento da Doença de Peyronie, Pênis Curvo e Implante de Próteses Penianas. Doutor em Urologia pela USP, CRM 67482.

INSCREVA-SE NO BLOG