Câncer de Próstata e Prótese Peniana - Saiba Qual a Relação

CÂNCER DE PRÓSTATA E PRÓTESE PENIANA

O Câncer de próstata é um dos tipos mais curáveis que existe, porém o tratamento traz algumas consequências para o homem que devem ser tratadas com cautela. É praticamente certo que este paciente irá vivenciar problemas como disfunção erétil (dificuldade de ereção) ou até impotência sexual.

PROSTATECTOMIA RADICAL E PROBLEMAS DE EREÇÃO

 

Ao realizar procedimentos como a prostatectomia radical, radioterapia, braquiterapia, hormonioterapia, o homem fica mais suscetível à ter problemas de ereção. Muitas vezes o pênis fica ereto durante a relação sexual, porém não com o mesmo vigor de antes e também por menos tempo.

Como consequência as ereções (principalmente as involuntárias) também tornam-se menos frequentes e nessa situação podem surgir fibroses. Estas são as grandes responsáveis pela perda de tamanho e afinamento do pênis, bem como a completa falta de ereção.

Caso seja do seu interesse, clique aqui e responda o formulário para avaliar a disfunção erétil. Com as respostas poderei entender melhor o seu caso e instruí-lo da melhor maneira.

 

FIBROSES E REDUÇÃO DE TAMANHO DO PÊNIS

 

A maioria dos homens que passam por um tratamento de câncer de próstata terão um tamanho de pênis menor. Esta redução de medidas deve ser identificada antes de qualquer cirurgia de prótese, a fim de oferecer a possibilidade de recuperação do tamanho ao paciente. 

Caso seja feito um simples implante de prótese, o pênis poderá ficar menor ou mais fino e logo o paciente ficará muito insatisfeito. Nenhum homem lida bem com o pênis menor, isso acaba interferindo na sua autoestima, autoconfiança e até na masculinidade. Para o homem sentir-se completo é importante que esteja tudo certo com seu melhor amigo: o pênis [que não é o seu cão].

 

RECUPERAR TAMANHO ANTES DE COLOCAR PRÓTESE PENIANA

 

Se houver necessidade de tratamento cirúrgico para o problema de ereção, o diferencial a ser oferecido é recuperar o máximo possível das medidas do pênis - alongar e alargar antes de colocar a prótese. Este procedimento é chamado de Reconstrução Peniana, área na qual sou pioneiro e autor da Técnica Egydio, para alongamento da haste peniana até o limite dos nervos, vasos sanguíneos e uretra. 

O implante da prótese é feito no mesmo ato cirúrgico e tem a função de recuperar a rigidez para a penetração, logo após a expansão dos tecidos. Assim, o nível de satisfação do paciente e a recuperação da autoestima são extremamente altos. 

Quero ressaltar que apenas a colocação do implante não irá aumentar o tamanho do pênis, muitos pacientes têm essa dúvida, o que recupera tamanho é a melhor técnica utilizada para tratar as fiboses.

A escolha do melhor implante depende da experiência do cirurgião e também da real situação do pênis do paciente, o grau de redução de tamanho, calibre e fibroses, etc. Não tem uma receita única, o implante maleável não é melhor que o inflável e vice versa, cada caso deve ser tratado de maneira individualizada, respeitando o estilo de vida e a anatomia do pênis de cada paciente. Para receber uma pré-análise do seu caso, veja o formulário abaixo.

 

Clique aqui e responda!

 

LEIA MAIS

Cirurgia de implante peniano e diferenciais da Técnica Egydio.

Tipos de prótese peniana.

Quanto custa uma prótese peniana?

Doença de Peyronie e discunção erétil.

 

Dr. Paulo Egydio

MD, PhD, Referência Mundial no Tratamento da Doença de Peyronie, Pênis Curvo e Implante de Próteses Penianas. Doutor em Urologia pela USP, CRM 67482.